Notícias

15/6 – Dia Mundial de Conscientização da Violência contra a Pessoa Idosa

 

A professora Adriana, que leciona na turma dos estudantes do 3ºAno C do Ensino Fundamental I aprimora os objetos de conhecimento através de vídeos educativos, os quais proporcionam, mesmo virtualmente, o contato com a literatura e as famílias.
Esse é um trecho de uma das maravilhosas práticas de ensino da competência leitora, proposta pela docente.

A Base Nacional Comum Curricular (BNCC) propõe que as atividades de leitura, escuta e produção textual em várias mídias (como os próprios textos em papel ou mesmo os áudios de WhatsApp) trabalhem o desenvolvimento de habilidades para o uso significativo da linguagem e de forma a sempre relacionar os textos a seus contextos de produção e funções sociais. O documento é estruturado em campos de atuação (vida cotidiana, artístico- literário, estudo e pesquisa, e vida pública), que representam tipos de textos que estão inseridos em cada um desses espaços sociais. Em cada um, os professores têm uma série de habilidades relacionadas a cada prática de linguagem (leitura e escuta, produção de texto, oralidade, e análise linguística/semiótica).

E foi pensando em todos esses conteúdos e metodologias, já inseridas no Plano de Ensino da rede municipal de ensino do município de Ribeirão Grande, que a professora trabalha as questões sobre a leitura mesmo no ensino remoto.

 

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

#VejaTambém